Publicidade 261x35

Publicidade
03:49

Opinião Formada

22-10-2014 - 08:53:00

Edersen Lima

Camarão, bacalhau e filé
Brasília - Chega ser cômico assistir no horário eleitoral Neudo Campos, condenado a mais de 60 anos de prisão em regime fechado, falar em corrupção e desvio de dinheiro público, logo ele, justamente condenado por crimes de peculato, desvio de dinheiro público e formação de quadrilha, crimes cometidos, segundo a justiça federal, durante os sete anos e três meses em que governou Roraima tendo como auxiliares diretos, duas irmãs de dona Suely e dois cunhados casados com essas duas irmãs.

O quarteto, ou mais propriamente o trio, Wilson Mulinari (casado com Selma Silva), Luís Florenciano e mais a outra irmã de dona Suely, Sirley Florenciano, protagonizaram  o maior esquema de desvio de dinheiro público na Codesaima e alimentos adquiridos pela estatal para a residência oficial do governador.

Com notas fiscais frias onde a estatal "comprava" toneladas de alimentos (banana, repolho, camarão, filé mignon, bacalhau e outros) superfaturados em empresas que eles mesmos controlavam, os dois casais de cunhados de dona Suely enriqueceram. 

Os dois adquiriram imóveis, carros e até restaurantes bancados com dinheiro desviado da Codesaima. O casal Floreciano, por exemplo, montou um restaurante em que o bacalhau, o camarão e o filé mignon servidos à clientela eram fornecidos "gratuitamente" pela Codesaima em esquema de desvio descoberto pelo Ministério Público Estadual.

Neudo e dona Suely sabiam disso tudo?

Como não sabiam, se toda a sociedade assistia a evolução patrimonial dos dois casais de cunhados do então governador, como eles, parentes diretos, ao menos não desconfiavam de algo?

Luis Carlos Floreciano chegou em 1995 do Rio de Janeiro "puxando a cachorrinha" junto com Sirley e quatro filhos. Em pouco mais de dois anos, tinham mansão no bairro Paraviana, Toyota Hilux SW4, moveís finos em casa e um restaurante "bombando". Wilson Mulinari, com uma fazendo super estruturada, com cabeças de gado, nadando em dinheiro. Como Neudo e dona Suely não desconfiavam desse milagre a la metro e meio da ALE?

Dona Suely eleita, será a redenção, o renascimento, a volta desse "quarteto fantástico", provavelmente faminto para trabalhar por Roraima e ajudar a irmã e cunhada a realizar um grande governo, se não transparente, com certeza, traz parente, pois não se citou aqui as peripécias de outros irmãos de dona Suely. E agora, a família aumentou. Filhos e sobrinhos cresceram, ou seja, a fome de ajudar, a sede de poder.. poder contribuir para uma grande administração é imensurável, não caberia dizer aqui nessas mal traçadas linhas, não é?

É, amigo leitor, se é cômico ver Neudo Campos, condenado a mais de 60 anos de prisão em regime fechado, falar em desvio de dinheiro público e corrupção, é ainda mais cômico, imaginar "a grande família" de novo na Codesaima, mandando e desmando em todo o governo, com restaurantes, construtoras, notas fiscais, camarão, bacalhau e filé.

Abaixo, reportagens na época boa que os parentes de Neudo e dona Suely mandavam no govenro:



Questões pessoais
Não dá para entender a celeuma que o polêmico delegado Alexandre de Matos Lima está criando por causa da sua transferência da Delegacia de Alto Alegre. Parece coisa pessoal. Aliás, questões pessoais são as que mais estão sendo levadas por parte da Polícia Civil de Roraima.


Lembrete:
Candidato que reclama de malandragens dos rivais pode acabar soando como comandante de navio que se queixa do mar.





Vídeos do Fonte

  • Sting e Wonder

  • New Age

  • Um ano

  • Marcelo Jeneci

  • Morte de jornalista

  • Quebra vidraças

  • Beatles

  • Morte do Cisne

  • Ana Botafogo 1

  • Ana Botafogo 2

  • Briga de irmãos

  • Light Years - Pearl Jam

© 1996-2013 www.fontebrasil.com.br - Todos os Direitos Reservados - A informação que forma a opinião