Publicidade 261x35

Publicidade
12:22

Opinião Formada

07-07-2015 - 10:36:00

Edersen Lima

Investigação
A Polícia Federal já identificou que praticamente todos os perfis que manifestaram posturas racistas e desrespeitosas contra a jornalista Maria Júlia Coutinho, a Majú, que apresenta a previsão do tempo no Jornal Nacional, são perfis falsos, os conhecidos "fakes" que hoje empestam as redes sociais. No entanto, com ajuda dos servidores das próprias redes sociais, a PF está fazendo cruzamentos entre os fakes, suas contas nas redes, os IPs das máquinas ou celulares em que são postadas as ofensas, o que só levará um pouco mais de dias para que boa parte desses criminosos seja identificada e localizada.


Vale tudo
Redes sociais como o Facebook foram criadas e servem para a troca de informações, comunicação entre seus usuários, espaço para opiniões e manifestações diversas, mas não para difamação, calúnia e injúria. O que vemos todos os dias são práticas criminosas, o "bulling virtual", com intenção clara de denegrir, ofender, constranger e intimidar outras pessoas. É a forma vergonhosa e covarde que muitos políticos vêm usando no sentido de "desconstruir" seus adversários e desafetos, alugando gente disposta a tudo e por pouco, a manchar imagens e sujar honras. 
Em Roraima, esse jogo é mais violento que os mais liberais dos MMAs, isso porque, não há regra de ética, postura e muito menos de respeito. É vale tudo, mesmo! 


Exército
Basta uma pessoa, profissional liberal, estudante, dona de casa ou profissional de imprensa que tem por trabalho noticiar e comentar todas as situações sociais, econômicas e politicas do país e do estado expressar sua opinião, seu ponto de vista contrário a um político ou ao governo do estado, que um exército de perfis sai louco à caça, em contra-pontos ofensivos, agressivos, levianos e difamadores, incitando "curtidores" a compartilharem da "desconstrução" em nome sabe-se lá do quê.


Criando desafetos
Resultado disso é tido como um tiro no pé de quem banca essa situação. Os "assessores" são logo identificados com seus "assessorados" que passam a ganhar mais do que um simples crítico, e sim, opositores, gente que vai fazer campanha contra. Ou seja, ao invés de buscar mais simpatizantes, a fórmula da "desconstrução" aloprada cria desafetos, gente que vai fazer de tudo para que o político não seja eleito, e isso, por uma simples razão: não vai querer eleger quem paga seus agressores. 


Atraso
O que vem ocorrendo nas redes sociais em Roraima, demonstra que há um atraso muito grande nos níveis de educação e civilidade. Praticamente todas as discussões acerca de política saem do campo do debate para o de questões pessoais. E pior, como já dito aqui, com apelação da mentira, do boato e difamação.


Resultado
Não à toa, já tem gente sendo processada judicialmente e condenada pelos abusos e calúnias postadas principalmente no Facebook.


Danos morais
Falando nisso, o STJ definiu o valor de indenizações por danos morais. No caso de publicação de notícia falsa, o valor da indenização está fixado em R$ 22 mil.


Teste

 

Acredite quem puder
A eminência parda do governo Lula e do PT, José Dirceu, afirmou a amigos que a operação Lava Jato e as prisões de empresários lhe nocauteou empresarialmente. "Me arruinaram", informando que as empresas que mantinham contratos com consultoria decidira rescindi-los. 
Dirceu, acredite quem puder, disse que está endividado em mais de R$ 3 milhões com bancos e a Receita. para quitar as dívidas, está se desfazendo de patrimônio.


Jeitinho brasileiro
A foto de um recém-nascido prematuro enrolado em um saco de lixo no hospital municipal de Santa Inês (246 km de São Luís), no interior do Maranhão, causou revolta nas redes sociais.
A imagem foi compartilhada por vários meios de comunicação e políticos do Estado nesta segunda-feira (6) e gerou uma série de críticas.
Segundo o diretor do hospital municipal de Santa Inês, Tomaz Martins, o bebê que aparece na foto nasceu prematuramente e tinha um irmão gêmeo. Ele explicou que não havia incubadora no momento para colocar os dois recém-nascidos.


TRE
O concurso público para preenchimento de oito vagas do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima (TRE-RR), realizado no último dia 8 de março, deve ser homologado até o final do mês de julho, segundo informações da Comissão do Certame do TRE-RR. No total, 11.339 candidatos se inscreveram para concorrer a quatro vagas para o nível superior e quatro para o nível médio, além de cadastro de reserva. No entanto, 3.263 pessoas faltaram às provas. Confira o resultado do concurso no link: www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-rr-resultado-final-do-concurso-2014.


Pejorativas e discriminatórias
Pelo tom raivoso de um assessor do senador Telmário Mota em um vídeo postado na Internet, dá para ver que todas as considerações que ele faz ao consultor especial da Prefeitura de Boa Vista, Marcelo Guimarães, e sua esposa, Teresa Surita, são pejorativas e discriminatórias.


Perguntinha?
Não dá para entender as reclamações de falta de medicamentos no Hospital Geral de Roraima. Só nesse ítem, o "governo do povo" já gastou quase R$ 50 milhões, não é MPE?


Motivo
Problemas no fornecimento de energia elétrica atrasaram a publicação da Coluna de hoje. Motivo pelo qual pedimos desculpas.


Posteridade

Márcio Junqueira com o técnico da Selecão, Dunga, e o cantor Chitãozinho.

 





Vídeos do Fonte

  • Sting e Wonder

  • New Age

  • Um ano

  • Marcelo Jeneci

  • Morte de jornalista

  • Quebra vidraças

  • Beatles

  • Morte do Cisne

  • Ana Botafogo 1

  • Ana Botafogo 2

  • Briga de irmãos

  • Light Years - Pearl Jam

© 1996-2013 www.fontebrasil.com.br - Todos os Direitos Reservados - A informação que forma a opinião